Notícias 1 a 1 de 1 Lista de Títulos
Bombeiros Torrejanos na frente de combate aos inc?ndios
   
Os Bombeiros Voluntários Torrejanos integram desde 15 de Maio o Dispositivo Integrado da Defesa da Floresta contra Incêndios (DIDFCI), para o ano de 2006. Um dispositivo que se divide para já em duas fases, a Bravo e a Charlie e que pretende, como o próprio nome indica, evitar catástrofes semelhantes às que têm assolado o país em anos anteriores, durante a chamada época de incêndios. Na prática, durante a primeira fase, que se prolonga de 15 de Maio a 30 de Junho, o quartel dos bombeiros torrejanos terá, além do normal funcionamento, uma equipa permanente de combate a incêndios florestais, composta por cinco bombeiros. De 1 de Julho a 30 Setembro, este número aumenta, alojando o quartel três equipas de combate a incêndios florestais e uma equipa logística de apoio ao combate. No total, durante a fase Charlie, estarão em Torres Novas, 17 bombeiros de prevenção apenas aos incêndios florestais. Além disso, durante a fase Charlie, o distrito contará com a intervenção de mais 400 elementos dos vários corpos de bombeiros da região, apoiados por quatro meios aéreos, que estarão estacionados em Ferreira do Zêzere, Pernes e Sardoal. Para a vigilância e detecção de incêndios, o distrito contará ainda com mais de 30 equipas, num total de 146 homens da GNR, Instituto de Conservação da Natureza, das Associações de Produtores Florestais e Sapadores Florestais. Um número de pessoas e meios aéreos reforçados em relação ao ano transacto. Este dispositivo pretende garantir a chegada ao local de incêndios, numa fase inicial, para que o fogo não se alastre e provoque desastres ao nível dos que o país tem vindo a assistir.
NM 2006-05-24 17:14:00
 
Voltar à página principal do assentis.org