LIVRO DE VISITAS
 
Mensagens: 1 a 10 de 5272 Deixar Mensagem
Autor Mensagem
Abílio Conde Vieira
Assentis
2018-08-12 18:51
105.227.176.12    

Acabei de receber um e-mail que abaixo se transcreve:
(Cada qual tire a suja conclusão. Eu tirei a minha)


"Repassando, pelo mesmo preço...
________________________________________
Assunto: Deputados ingleses...!

Não é de estranhar, mas é interessante saber... como tudo é diferente...

Os deputados do Reino Unido, na "Mãe dos Parlamentos",

1 . não têm lugar certo onde sentar-se, na Câmara dos Comuns;
2 . não têm escritórios, nem secretários, nem automóveis;
3 . não têm residência (pagam pela sua casa em Londres ou nas províncias)
Detalhe: e pagam todas as suas despesas, como todo e qualquer trabalhador!
4 . não têm passagens de avião gratuitas, salvo quando ao serviço do próprio Parlamento;
5. E o seu salário equipara-se ao de um Chefe de Secção de qualquer repartição pública!

Em suma, são SERVIDORES DO POVO e não PARASITAS do mesmo.

A propósito, sabiam que, em Portugal, os funcionários não deputados que trabalham na Assembleia têm um subsídio equivalente a 80 % do seu vencimento?

Isto é, se cá fora ganhasse 1000,00 €, lá dentro ganharia 1800,00 €. Porquê? Profissão de desgaste rápido???

E por que é que os jornais não falam disto? Porque têm medo? Ou não podem? "

Abílio Conde Vieira
Assentis
2018-08-05 09:51
105.226.205.18    

Um amigo meu de longa data acaba de me presentear com o resultado de uma pesquisa por si feita sobre as origens do famoso corridinho algarvio. Porque esse resultado me parece muito interessante, teria forçosamente de o transcrever para este nosso site. Ei-lo:

" O CORRIDINHO

é uma dança tradicional algarvia (embora também tenha contaminado o Alentejo e, até certa parte, o Ribatejo e a Estremadura), e ao contrário de outros folclores mais setentrionais como a chula e o vira, tem origem relativamente recente. Nasce enquanto dança de corte, do homem para a mulher. Tratava-se assim de um bailado de engate, inicialmente ao sabor da harmónica, e mais tarde ao do acordeão, instrumento europeu que começou a ser tocado e difundido nesta província que limita o sul de Portugal.

Consta-se que o Corridinho descende das polkas do oeste europeu, canções que tinham como mote meter o povo a bailar, e que reinterpretações regionais ao longo do tempo – onde podem ter entrado influências do fado, de música tradicional escocesa, do vira ou da chula – foram transformando estas composições até terminarem neste género musical que associamos às festas populares e de bailarico do Algarve. O Corridinho, diga-se, foi-se reinventando também, sobretudo ao nível da coreografia, hoje bem mais complexa que a original.

Trata-se de uma dança de pares, em que as várias parelhas acabam por formar um círculo, e onde homem e mulher bailam agarrados às ordens do mandador, que dá as instruções cá de fora. A música, por vezes, vai aumentando de intensidade e de ritmo, são os repicos, que aceleram movimentos e galvanizam o público. Entretanto a roda pára, e cada par, à vez, tem direito a uma performance única, em que normalmente o homem abraça a sua companheira e, de chapéu levantado no ar e pose de galanteio, gira-a sobre si próprio, em movimentos que a sabedoria passou a tratar por escovinhas, nos quais a mulher, habitualmente, tem a perna levantada até à anca do seu parceiro. Estas danças individuais dão intervalo à dança conjunta que vai girando sempre para a direita. Há, no entanto, várias variações a este tipo de estrutura coreográfica, sendo a mais conhecida um tipo onde os bailarinos vão fazendo fundos antes e depois de formada a roda.

Curiosamente, há contudo [facto pouco conhecido] quem defenda que este tipo de música teve origem numa dança de salão nascida nos meados do século XIX, algures na Europa oriental, e trazida para o Algarve por um espanhol chamado Lorenzo Alvarez Garcia, que decidiu cortejar a jovem louletana Maria da Conceição, dedicando-lhe La AzucenaI – uma polca. O corridinho nasce, então, como dança de cortejo.
Instrumento fundamental do corridnho é o acordeão que chegou à região algarvia nos finais do século XIX. O novo instrumento popularizou-se rapidamente enriquecedo os reportórios locais. As danças de salão, então em voga – as polcas e as mazurcas – passam a entrar, interpretadas em acordeão, nos bailaricos do campo ao lado dos velhos sarilhos e bailes de roda. Os tocadores inventam-nas e reinventam-nas, acabando por nascer o corridinho.
Alguns autores, como José Alberto Sardinha, que é de resto uma autoridade na matéria, não abdicam de associar o Corridinho ao fado corrido. Esta ligação é sublinhada por vários estudiosos e, até, por alguns tocadores. É evidente que o fado corrido tem a ver com corridinho, na só nas palavras como na forma.
A este respeito, há notícias de várias fontes, de que se deve destacar o capítulo «Tipos populares» do livro de Manuel Envia Coisas de Setúbal. Conta o autor que, por volta de 1880, existia em Setúbal um boémio tocador de guitarra, de sua graça Carlos Rosa, que tinha como fado predilecto o corrido. Mais adiante, trata o fado corrido por «o corridinho», que era «acompanhado por algumas estrofes cantadas pelo guitarrista». Por fim, quando relata a morte do Carlos Rosa, o autor exclama: «Finis corridinho!».
Por outro lado, muitos tocadores populares têm salientado a referida semelhança musical entre o corridinho e o Fado. Em Casais Gaiola, Cadaval, por exemplo, quando se fez notar ao tocador de harmónio António Silvestre que o corridinho que acabara de tocar era muito parecido com o fado batido, ele reconheceu que, efectivamente, não havia muita diferença entre eles e que até se poderia confundi-los, mas que o corridinho tinha um andamento mais vivo.

O corridinho que corre em outros sítios é também escrito em 2/4 mas é mais valsejado, talvez influências do vira e da chula. Fica no entanto a certeza que a dança é de facto algarvia. O repicado, o rebatido e a escovinha são coisas da gente do algarve. "

Ribatejano
Torres Novas
2018-07-31 19:52
105.225.92.57    


O estudante que teve 0% num exame (mas que não respondeu errado a nenhuma pergunta)

Respostas com 0% em testes, mas que não estão erradas!

1) Em que batalha morreu o Almirante Nelson?
- Na sua última.

2) Onde foi assinada a Declaração de Independência?
- No fim da folha.

3) O Rio Rave corre em que Estado?
- No estado líquido.

4) Qual é a principal causa do divórcio?
- O casamento.

5) Qual é a razão principal para falhar?
- Os exames.

6) O que é que não se pode comer ao pequeno-almoço?
- O almoço e o jantar.

7) O que parece uma metade de uma maçã?
- A outra metade.

8) Se lançarmos uma pedra pintada de vermelho ao mar azul, no que é
que se transforma?
- Numa pedra molhada.

9) Como é que um homem consegue estar oito dias sem dormir?
- Facilmente. Dorme de noite.

10) Como é que se pode levantar um elefante com uma mão?
- Não é possível encontrar um elefante só com uma mão.

11) Se tiver 3 maçãs e 4 laranjas numa mão e 4 maçãs e 3 laranjas na
outra, o que é que tem?
- Mãos muito grandes.

12) Se foi preciso a 8 homens, 10 horas para construir um muro, quanto
tempo demorarão 4 homens a fazê-lo?
- Nenhum. O muro já tinha sido construído pelos outros.

13) Como é que se consegue deixar cair um ovo em cima de um chão
de cimento sem o partir?
- De qualquer maneira. O chão de cimento dificilmente se parte.

Abílio Conde Vieira
Assentis
2018-07-28 06:42
105.225.197.42    


Este poema foi escrito pelo professor Roberto Abadie Soriano,
Uruguai, aos 92 anos.

Vida saudável e organizada
Comida sempre moderada
Não abusar dos medicamentos
Esforçar-se em todos os momentos
Não mudar por nada
Exercício e diversão
Fugir da inquietação
Pouca clausura, muito cuidado
E ter sempre uma ocupação

Ribatejano
Torres Novas
2018-07-20 20:36
105.184.162.198    
Vinda do Brasil:


"OS ADVOGADOS NÃO MENTEM

UM ADVOGADO tinha 12 filhos e precisava sair da casa onde morava e alugar outra, mas não conseguia por causa do monte de crianças, pois quando ele dizia que tinha 12 filhos, ninguém queria alugar porque sabiam que a criançada iria destruir a casa.

Ele não podia dizer que não tinha filhos, não podia mentir, porque, afinal, como todos nós sabemos, os ADVOGADOS não podem mentir...

Estava desesperado, o prazo para se mudar já se estava a esgotar.

Então teve uma ideia: êle mandou a mulher ir passear no cemitério com 11 dos seus filhos .

Pegou no filho que sobrou e foi ver casas que lhe interessavam, juntamente com o agente da imobiliária.

Gostou de uma e, quando o agente lhe perguntou quantos filhos ele tinha e ele respondeu que tinha 12.

Então o agente perguntou-lhe :

- Onde estão os outros ? !

E ele respondeu, com um ar muito triste:

- Estão no cemitério, junto com a mãe deles.

E foi assim que ele conseguiu alugar uma casa sem mentir...

Não é necessário mentir, basta escolher as palavras certas.

Assim são os políticos, pois não é por acaso, que quase todos eles…..são advogados...! ! ! "

Realista
Torres Novas
2018-07-15 07:03
105.227.176.185    

Pessoas perfeitas não mentem.
Pessoas perfeitas náo bebem.
Pessoas perfeitas não brigam.
Pessoas perfeitas não discutem, não erram e não existem.

- "Verdade de La Palice" ou "Branco é galinha o põe..."
Realista
Torres Novas
2018-07-13 19:47
105.227.111.125    

" Tinha tudo....

Estava esta manhã sentado ao lado de um sem abrigo, quando ele me disse:

- A semana passada, ainda tinha tudo!
-Um cozinheiro para as refeições,
-O meu quarto estava limpo,
-As minhas roupas lavadas e passadas,
-Tinha um tecto sobre a cabeça,
-TV, Internet, ia à Sala de Desportos, à Piscina, à Biblioteca,
-Podia ainda Estudar...
Perguntei-lhe:
- O que é que se passou ? Droga ? Álcool ? Mulheres ? Jogo ?
- Não, não... saí da prisão !

Abílio Conde Vieira
Assentis
2018-07-07 06:04
105.227.23.180    


" Para o profano, a terceira idade é inverno.
Para o sábio, é a estação da colheita. "

Autor desconhecido


" Nos olhos dos jovens vemos chamas.
Mas é nos olhos dos mais velhos onde vemos a luz. "

Victor Hugo. Escritor Francês (1802-1885)





Ribatejano
Torres Novas
2018-07-03 20:58
105.184.194.96    
Mensagem vinda do Brasil:

"A GERAÇÃO DE OURO: 50/60 ESTÁ INDO. AGORA QUEM VAI NOS SUBSTITUIR?

Sem Amor ao próximo...
Nós, que temos mais de 50/60 anos, somos uma geração única e mais compreensiva, porque somos a última geração que ouviu seus pais, avós e tios. Também respeitamos os pais, professores, pessoas mais velhas e amávamos de verdade. Nós tínhamos apelido e não era desrespeito, as músicas que ouvíamos não agrediam. Nós atravessamos a era do rock, woodstok, hippies, viagem a lua, muitas guerras que não eram nossas, crescemos protegidos pelos militares, estudamos em escolas e faculdades públicas, não havia plano de saúde, brincávamos o carnaval nos clubes, havia baile de debutantes, tínhamos 2 meses de férias, namorávamos e muitos de nós se casou com a primeira namorada e está casado até hoje.
Somos uma edição LIMITADA! Todos os dias somos menos. Aproveite enquanto você pode.
Aprenda conosco.
E tenha em mente que, tivemos muito trabalho para construir um MUNDO que hoje está sendo destruído por falta do que no passado tínhamos em abundância, AMOR AO PRÓXIMO.????Repasse aos seus amigos “cinquentões e sessentões”.

Abílio Conde Vieira
Assentis
2018-06-30 07:00
105.225.23.222    

"Acabadinha" de receber - e porque tão verdadeira como é - seria "crime" não a trazer para este nosso site!
Ei-la, portanto:

" DEMOCRACIA....

Cruzei-me há pouco com um colega na rua e parámos a comentar os recentes acontecimentos. Dizia-me ele que já não acreditava em qualquer solução democrática. Perante essa sua desilusão , perguntei-lhe porquê, e a resposta deixou-me a meditar:

-Porque a primeira consulta democrática de que há memória foi a de Pôncio Pilatos ao povo: "quem quereis que vos solte, Cristo ou Barrabás?"
E o povo escolheu o ladrão...

ESTÁ TUDO DITO "

 
Mensagens: 1 a 10 de 5272 Deixar Mensagem
 
Voltar à página principal do assentis.org